terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

POEMA CONSTRUIDO

5 comentários:

lúcia disse...

as linhas cruzaram-se. como na vida. fazem-se. desfazem-se. desfazem-se. desfazem-se. ficam. é mesmo assim. como arame farpado ou a cabeça a abrir-se por dentro. mas o mundo afinal não acabará. como diz Sophia: sem nunca perder o fio de linho da palavra, a linha musical do encantamento. Como grande artista mesmo, sei grande, grande, grande, grande, grande! Grande como solo tu, Martinelli!!!

GUGA ALAYON disse...

ficou massa!
bjs

GUGA ALAYON disse...

querida Sandra, muitas palavras e pouca aparição por lá. bj

Anônimo disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Home Theater, I hope you enjoy. The address is http://home-theater-brasil.blogspot.com. A hug.

lilianebeccari disse...

Adorei o seu trabalho. Parabéns!!!
Vi uma de suas obras exposta na Casa Cor SP...sou arquiteta em Curitiba e me chamou muito a atenção ao trabalho que você faz.
Novamente parabéns!!!